Artigos

Pente-fino do INSS: lista de convocação

Pente-fino: confira se você foi convocado para perícia do INSS

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Notícia

Foi publicada pelo INSS uma lista de convocação com mais 95 mil segurados que precisarão agendar a perícia do pente-fino para não ter o benefício suspenso.

Nessa nova convocação, estão os nomes dos beneficiários que, por algum motivo, por não responderam à primeira notificação do INSS, que começou em agosto desse ano.

Assim, o beneficiário que esteja com o nome na lista, deverá agendar a perícia médica de reavaliação até o dia 11 de novembro.

A convocação foi feita pelo Diário Oficial da União, e para saber se você terá que agendar a perícia de revisão, clique aqui para conferir se o seu nome e o número do seu benefício constam na lista.

Pente-fino 2021

Em 2021, beneficiários do auxílio por incapacidade temporária (auxílio-doença), foram notificados pelo INSS para agendar a perícia de revisão do benefício.

Conforme o portal de notícias Folha de São Paulo, só em julho, já foram notificados cerca de 170 mil segurados que precisam ter a incapacidade comprovada mais uma vez, para continuar com direito ao benefício.

A notificação do INSS foi feita das seguintes formas:

  • mensagem de texto no celular ou e-mail cadastrados no sistema;
  • pelo caixa eletrônico do banco em que recebe o benefício;
  • pelo Portal Meu INSS;
  • através de cartas enviadas para o endereço cadastrado.

Após notificado, é necessário apresentar a defesa prévia. É por ela que vai ser comprovado o seu direito de estar recebendo o benefício.

No caso dos benefícios por incapacidade, como o auxílio-doença, essa defesa é feita através do agendamento da perícia de revisão.

Na lista de convocação divulgado pelo INSS, consta os nomes dos segurados que não responderam à primeira notificação.

Ou seja, se a notificação foi feita pelos correios e o endereço do segurado não foi encontrado, por exemplo, é provável que esteja com o nome na lista.

O que fazer após ter sido convocado?

Se você verificou que o seu nome aparece na lista de convocação do pente-fino do INSS, não significa que o seu benefício já foi suspenso.

Até porque, quem é convocado pelo INSS ainda tem a chance de se defender. Mas, claro, toda cautela é pouca na hora de responder à convocação.

O convocado tem até o dia 11 de novembro para agendar a perícia médica de revisão.

Caso não marque a perícia no prazo estabelecido, o seu benefício será cancelado.

Por isso, veja agora como agendar a perícia de revisão!

Como agendar a perícia me´dica de revisão?

A perícia de revisão deverá ser agendada para verificar se você ainda tem direito ao benefício por incapacidade do INSS.

O objetivo da perícia e revisão é verificar se você ain

Dessa forma, se você foi convocado, precisará, no prazo informado pelo INSS, realizar o agendamento pelo telefone 135 ou através do Portal do Meu INSS.

O objetivo da perícia de revisão é verificar se você ainda tem direito ao benefício do INSS, a fim de evitar possíveis fraudes.

Para quem precisa continuar recebendo o benefício do INSS, é imprescindível comparecer à perícia de revisão, como todos os documentos que comprovem, de fato, a incapacidade.

Documentos que não podem faltar:

  • Documentos pessoais originais com foto: RG, CTPS, CNH, entre outros. Isso comprovará que você não está se passando por outra pessoa.
  • Documentação médica atualizada: Laudos, Receitas médicas, Tratamentos realizados.

Resultado da perícia de revisão

 A perícia de revisão poderá resultar em três possibilidades:

  1. Benefício prorrogado: a incapacidade foi constada e, como a pessoa ainda não está apta ao trabalho, continuará recebendo do INSS.
  2. Conversão em aposentadoria por invalidez: nesse caso, não só ficou comprovada a incapacidade do segurado, como também que tal incapacidade é permanente.
  3. Alta médica: nessa possibilidade, o perito médico pode constatar que o segurado não está mais incapaz e, dessa forma, já pode retornar ao trabalho.

Dentre todos, o pior cenário que pode acontecer é o terceiro resultado.

Imagine a triste situação de quem não pode trabalhar por estar incapacitado e ainda teve o auxílio-doença encerrado pelo INSS?!

Caso o INSS efetue o encerramento do seu benefício, você poderá:

  • aguardar mais 30 dias para solicitar um novo pedido administrativo;
  • recorrer administrativamente no próprio INSS: esse recurso é feito na mesma agência em que você pediu o benefício, depois é encaminhado para a Junta de Recursos da Previdência Social e então, o seu pedido será reanalisado;
  • entrar com processo na Justiça: uma opção bastante favorável ao segurado, já que o pedido é analisado na Justiça de forma mais abrangente.

Apesar de a contratação de um advogado não ser obrigatória em nenhum desses casos, é recomendado que você encontre um especialista em direito previdenciário para analisar qual será a melhor solução para o seu caso.

Pronto! Agora você sabe o que fazer após ter sido convocado pelo INSS.

Realmente, são muitas informações! Mas caso ainda tenha alguma dúvida, não deixe de entrar em contato com um profissional que realmente entenda o seu caso.

▶️ Acompanhe nossas redes sociais: Facebook | Instagram | TikTok

Artigos relacionados

WhatsApp chat