Artigos

como prorrogar o salário-maternidade?

Entenda quando o salário-maternidade pode ser estendido

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Quando você se afasta do trabalho em razão do nascimento ou adoção de seu filho, é possível receber o salário-maternidade no período em que estiver de licença.

O salário-maternidade é fundamental nesse momento delicado, tendo em vista todos os cuidados que são necessários ter.

Mas, o que muita gente não sabe é que existem, ainda, duas possibilidades em que você pode ter o salário-maternidade estendido.

A primeira é destinada às mães que trabalham em empresas que fazem parte do Programa Empresa Cidadã.

E a outra possibilidade é quando acontece a internação por mais de duas semanas da mãe ou do recém-nascido, em razão de complicações relacionadas ao parto.

Não sabia disso?

Nesse artigo, eu explico melhor essas duas formas de ter o salário-maternidade estendido. Acompanhe!

Salário-maternidade estendido pelo Programa Empresa Cidadã

Se você é ou pretende ser mãe, concordará comigo que o nascimento ou a adoção de um filho é um dos momentos mais marcante da vida.

E é assim que empresas incluídas no Programa Empresa Cidadã também pensam.

Por isso, possibilitam que os seus trabalhadores tenham a licença maternidade estendida.

Para essas instituições que aderem ao programa, é uma grande vantagem essa medida.

Visto que um dos principais benefícios defendidos por essas empresas é a qualidade de vida e o bem-estar dos seus trabalhadores.

Em regra, toda empresa deve pagar 120 dias de salário-maternidade para a mãe empregada.

Já uma empresa cidadã, além de pagar os quatro meses obrigatórios, possibilita que o salário-maternidade seja estendido por mais 60 dias, totalizando seis meses.

Além disso, a extensão do benefício também pode ser concedida ao pai empregado em uma dessas instituições.

Em casos de licença paternidade, o período legal estabelecido é de 5 dias. Com a prorrogação através do Programa Empresa cidadã, esse prazo aumenta para 20 dias.

Dessa forma, o prazo para solicitar a prorrogação do salário-maternidade para quem trabalha em uma empresa cidadã é:

  • para a mãe: até o final do primeiro mês após o parto;
  • ao pai: até os dois dias úteis após o parto.

Segundo a lei, essa possibilidade de extensão também se aplica aos casos de adoção.

Podendo o prazo de duração variar de acordo com a idade da criança.

Com certeza, essa é uma medida muito satisfatória para a mãe ou ao pai que trabalham em uma empresa que faz parte do programa.

E se você ainda não sabe se a empresa na qual você trabalha faz parte do Programa Empresa Cidadã, clique aqui para fazer a consulta!

Salário-maternidade estendido em casos de internação da mãe ou da criança

Diferentemente da anterior, essa possibilidade de ter o salário-maternidade estendido é bem mais delicada.

Pois, a extensão do salário-maternidade acontecerá no caso da mãe e/ou do recém-nascido ficarem internados por mais de duas semanas, devido às complicações do parto.

Essa possibilidade foi determinada por uma decisão da justiça, e tem como finalidade proteger a convivência entre mães e filhos.

Isso porque, muitas vezes, após o parto, acontece das internações se prolongarem mais do que duas semanas, como no caso de crianças com nascimento prematuro.

Dessa forma, a mãe e/ou a criança que precisarem de um tempo maior para se recuperarem, receberão o salário-maternidade durante todo o período de internação.

E por mais 120 dias, que seria a duração normal do benefício, contando a partir da alta de internação da mãe ou do recém-nascido, sendo aquela que acontecer por último.

Essa prorrogação seria uma forma de acréscimos aos 120 dias de duração do salário-maternidade.

Para você entender melhor, veja esse exemplo da Juliana.

Ela teve o seu filho no dia 10/01/2021, mas, infelizmente, os dois tiveram complicações devido ao parto, e precisaram ficar internados durante 30 dias.

Juliana solicitou a prorrogação do salário-maternidade, e recebeu o benefício em todo o período em que ela e o recém-nascido estiveram internados.

E como eles receberam alta no dia 10/02/2021, o prazo de duração do salário-maternidade (120 dias), começou a ser contado a partir do dia em que Juliana e seu filho saíram da maternidade

Com isso, o benefício que Juliana recebeu durante o período em que ficou internada junto ao seu filho, não será descontado nos próximos quatro meses de duração do seu salário-maternidade.

Entendeu essa situação?

Então, saiba agora como solicitar a prorrogação do salário-maternidade nesses casos.

Como solicitar a prorrogação do salário-maternidade?

A solicitação para estender o seu salário-maternidade em caso de internação, deve ser feita através da central do INSS 135, na opção Solicitar prorrogação de salário-maternidade.

  • Com exceção da mãe empregada, que deve fazer a solicitação diretamente ao seu empregador.

Após isso, será exigido que você apresente documentos médicos que comprovem a internação ou alta.

Tendo em vista que essa possibilidade prorrogação pode ser realizada não só no andamento da internação, como também após a alta.

Vale dizer, ainda, que nas situações em que a internação for superior a 30 dias, será necessário que seja feita uma nova solicitação de prorrogação do benefício.


Ainda ficou com alguma dúvida? Normal, são muitas informações.

Por isso, você pode entrar em contato com a central do INSS 135, ou, ainda, buscar um advogado de sua confiança para auxiliá-lo.

▶️ Acompanhe nossas redes sociais: Facebook | Instagram | TikTok

Artigos relacionados

WhatsApp chat