Artigos

Teto do INSS

Teto do INSS: Qual o valor máximo que posso receber em 2021?

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

O teto do INSS é o valor máximo que você pode receber de benefícios do INSS. Por isso, é conhecido como teto da aposentadoria, da pensão e dos auxílios.

Esse limite existe para que a Previdência Social não extrapole os seus gastos e, assim, consiga atender a todos os trabalhadores.

O teto do INSS é atualizado todos os anos pelo Governo Federal, em regra, na mesma data em que anuncia o reajuste dos benefícios maiores que 1 salário-mínimo.

Como funciona o teto do INSS?

Agora, você já sabe que o teto do INSS é o limite que você pode receber de benefícios do INSS.

Nesse caso, o teto também serve como limite de desconto do INSS no seu salário ou outra remuneração. Afinal, você não pode receber um benefício maior que o teto.

Exemplo: seu salário é de R$ 8.000 por mês, mas neste ano o teto do INSS é de R$ 6.433,57. Então, você só vai pagar o INSS sobre R$ 6.433,57 e não sobre o seu salário total de R$ 8.000.

Inclusive, se você tiver 2 ou mais empregos, precisa ficar atento aos descontos do INSS, porque a soma de todos os descontos também não pode passar do teto do INSS.

No entanto, quando você for receber algum benefício, também será calculado com base no teto ou na média dos seus salários, mas sempre com esse limite.

Nos benefícios do INSS, é muito raro um trabalhador ganhar o valor do teto, até porque é somada a média de todos os salários (leia mais aqui).

A única exceção é no salário-maternidade, em que a empregada vai receber o valor do seu atual salário. Nesse caso, o limite é o salário dos ministros do STF.

Qual é o teto do INSS?

Em 2021, o valor do teto do INSS é de R$ 6.433,57 Esse é o limite do benefício que você pode receber e, também, o valor máximo usado como base para você pagar o INSS.

O valor do teto é atualizado todo ano pelo governo federal, com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), a nossa famosa inflação.

Veja abaixo a tabela com o teto do INSS nos últimos 11 anos:

AnoHistórico do valor do teto do INSS
2010R$ 3.467,40
2011R$ 3.691,74
2012R$ 3.916,20
2013R$ 4.159,00
2014R$ 4.390,24
2015R$ 4.663,75
2016R$ 5.189,82
2017R$ 5.531,31
2018R$ 5.645,80
2019R$ 5.839,45
2020R$ 6.101,06
2021R$ 6.433,57

Agora, se você quiser saber todo o histórico do teto do INSS, desde o ano 1960, é só clicar aqui.

Novos descontos do INSS

A Reforma da Previdência trouxe muitas alterações nos benefícios e, também, nos descontos mensais do INSS no seu salário. Agora, quem ganha menos paga menos e quem ganha mais paga mais.

Os novos descontos começaram a valer em 1/3/2020. E eles são de acordo com cada faixa de remuneração ao invés do limite de salário que existia.

Em outro artigo aqui no blog, comentei sobre todos os detalhes dos novos descontos do INSS no seu salário – clique aqui para saber mais.

Como receber o teto do INSS?

O Teto do INSS é um valor máximo que você pode receber de qualquer benefício do INSS, como, por exemplo, as aposentadorias.

Esse teto também é utilizado como valor base para as contribuições previdenciárias dos segurados do INSS que querem uma aposentadoria alta.

Atualmente, em 2021, sabemos que o valor máximo que você pode receber do INSS é R$ 6.433,57 de benefício previdenciário.

Porém, já te adianto que é quase impossível receber uma aposentadoria no valor do teto do INSS. Isso acontece porque os índices de correção mudam com uma certa frequência, e ele não é sempre o mesmo a cada ano.

>> Clique aqui e leia mais sobre como conseguir se aposentar próximo ao valor do Teto do INSS.

▶️ Acompanhe nossas redes sociais: Facebook | Instagram | TikTok

Artigos relacionados

WhatsApp chat