Artigos

Os golpes mais comuns contra aposentados e pensionistas do INSS

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Denúncias de golpes contra aposentados e pensionistas do INSS estão aumentando e a quantidade de quadrilhas especializadas nesses crimes também.

Ter um benefício previdenciário concedido pelo INSS é uma questão de sobrevivência para a grande maioria das pessoas, pois eles tem a função de amparar o segurado em situações como a velhice, a maternidade, a doença, a invalidez e até a morte.

Mas infelizmente, sua importância na vida de muitas pessoas não é suficiente para afastar criminosos.

Um dos meios mais eficazes de impedir que as pessoas caiam nesses golpes é espalhar informações confiáveis sobre seus direitos. Pensando nisso, vamos te contar quais são os golpes mais comuns e como você pode se prevenir.

Carta falsa informando valores a receber

Uma das formas mais comuns de golpes contra aposentados e pensionistas do INSS é uma carta informando que a pessoa tem valores a receber do INSS, de algum outro órgão ou fundo de pensão.

Normalmente, as cartas possuem emblemas oficiais, dados pessoais verdadeiros da vítima e até assinatura falsa de um advogado, servidor público ou autoridade. Costumam informar que a pessoa deverá pagar uma taxa para resgatar o dinheiro de uma suposta revisão. Além disso, determina um prazo para o pagamento ou para entrar em contato com a associação ou órgão que enviou a correspondência.

O golpe da carta já é antigo, mas os criminosos estão se aperfeiçoando e agora incluem até o emblema da Justiça Federal para enganar o aposentado.

Ligação falsa do Conselho Nacional de Previdência ou do INSS

Outro golpe recorrente é o da ligação do Conselho Nacional de Previdência ou do INSS. Ele acontece de forma parecida com o da carta, informando supostos valores que a pessoa teria direito a receber.

Esse dinheiro seria de benefícios atrasados e para que ele seja depositado, a pessoa teria que pagar um taxa de liberação. E claro, essas informações são falsas e induzem a vítima a dar dinheiro para a organização criminosa.

Golpe do Empréstimo Consignado e descontos indevidos

Nessa modalidade, um empréstimo consignado é feito em nome do pensionista ou do aposentado sem sua autorização, realizando descontos mensais em seu benefício. Ou ainda, outros descontos indevidos são feitos para pagar a mensalidade de uma associação que ele nunca fez parte.

Por isso, é sempre importante ficar atento ao seu extrato bancário e entrar em contato com o banco ao verificar alguma irregularidade.

Saque do Fundo Previdenciário

Muitas pessoas receberam através do Whatsapp, uma notícia sobre a possibilidade de sacar dinheiro do “fundo previdenciário” antes da Reforma da Previdência. Porém, essa é mais uma notícia falsa que circula por aí e que pode resultar no roubo dos seus dados pessoais. Cuidado.

Dicas para não cair nesses golpes

  1. Fique atento ao seu extrato bancário. Qualquer suspeita de desconto indevido, entre em contato com o seu banco.
  2. Não empreste seu cartão de benefício e não permita que estranhos tenham acesso a ele.
  3. Desconfie de ligações e cartas que informam o recebimento de dinheiro. Alguns erros ortográficos são encontrados nessas cartas, portanto, observe esse detalhe.
  4. Busque informações em lugares confiáveis: através do telefone 135, pelo site do INSS ou entre em contato com o advogado especialista de sua confiança
  5. Denuncie! Caso receba uma carta, ligação ou algum desconto indevido, entre em contato com o INSS ou com o seu banco. Caso você tenha caído no golpe dos criminosos e efetuado o pagamento solicitado, vá até a polícia.

Os crimes contra aposentados e pensionistas só aumentam e indicam que informações sigilosas sobre eles estão sendo divulgadas. Por isso, tome cuidado e desconfie de qualquer comunicação de algo que não foi solicitado.

Em caso de dúvidas, entre em contato com um advogado de sua confiança.

Artigos relacionados

WhatsApp chat