Artigos

PIS e abono salarial: entenda a diferença!

PIS e abono salarial: entenda a diferença

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

É comum essa confusão entre os benefícios PIS e abono salarial. Em geral, são chamados apenas de PIS, mas existe diferença entre eles. Acompanhe!

A cota do PIS é um benefício do governo para quem trabalhou registrado entre 1971 e 1988. Atualmente, ele não existe mais, porque todo o saldo restante foi transferido para o FGTS.

Agora, o abono salarial é um benefício que todo ano garante um valor extra aos trabalhadores brasileiros, desde que tenham cumprido os requisitos (clique e saiba mais).

Vou te explicar agora todos os detalhes e a diferença sobre a cota do PIS e o abono salarial. Acompanhe!

O que é o abono salarial?

O abono salarial é um benefício anual pago aos trabalhadores de empresas privadas no Brasil. Contudo, não são todos os trabalhadores que têm direito ao benefício. Veja as regras:

  • Ter cadastro no PIS e carteira assinada em que o primeiro registro aconteceu há pelo menos 5 anos;
  • Você não pode ter recebido uma remuneração média maior que 2 salários-mínimos no último ano usado como base para pagamento;
  • Ter trabalhado ao menos 30 dias com carteira assinada no último ano usado como base para pagamento do PIS;
  • A empresa em que você trabalha precisa ter informado os dados corretos em uma declaração chamada RAIS – Relação Anual de Informações Sociais.

Em outro artigo que publiquei aqui no blog, expliquei todos os detalhes sobre o abono salarial (que também é chamado de PIS!) – clique aqui para ler.

O que é o PIS?

O PIS é a sigla de Programa de Integração Social, ele é um benefício para trabalhadores em empresas privadas que foram registrados entre 1971 e 1988.

Hoje, o benefício abono salarial (que comentei acima) também é chamado de PIS, mas são benefícios diferentes.

O PIS também é confundido com o NIS, que é um número geral que dá acesso a outros benefícios do governo.

No PIS, entre os anos 1971 e 1988, as empresas faziam depósitos anuais de cotas que eram proporcionais ao salário e tempo de serviço dos empregados ativos.

Quem trabalhou em empresa privada nesse período e ainda tem saldo de cotas do PIS, pode ter direito a sacar os valores.

Nos últimos anos, o governo realizou várias ações para liberar os pagamentos. Em 2019, foi liberado o valor total para o trabalhador que ainda tinha alguma cota.

Até então, só podia sacar o dinheiro quem tinha 60 anos ou mais, estava aposentado ou tinha alguma doença grave.

Agora, em 2020, o governo acabou com a cota do PIS. Se você ainda tiver algum valor, ele foi transferido para o FGTS e será criada mais uma conta do fundo de garantia.

Diferença entre PIS e Abono Salarial: eles são a mesma coisa?

Não! Eles são benefícios diferentes. Inclusive, foram pagos em épocas muito distantes, o PIS nos anos 70 e 80; e o abono salarial é pago até hoje.

O PIS é referente aos valores de cotas pagas aos trabalhadores que tinham carteira assinada no período entre 1971 a 1988.

Caso você não tenha realizado o saque das cotas do PIS até 2020, o valor foi transferido para o saldo do FGTS.

Já o abono salarial é o benefício que todo ano garante um valor extra aos trabalhadores brasileiros, desde que cumpra alguns requisitos que já comentei aqui.

Como consultar o PIS?

Você pode consultar o seu saldo no Portal Cidadão da Caixa Econômica. Para isso, você precisa ter a senha do Cartão Cidadão – clique aqui e saiba como cadastrar uma senha.

Com o Cartão Cidadão, você também pode verificar o saldo nos caixas eletrônicos da Caixa, desde que também tenha a senha

Se você não conseguir o acesso pelo site, você consultar pelo telefone 0800 726 0207 ou nas agências da Caixa.

Lembrando que hoje o PIS vai aparecer como uma conta adicional de FGTS, porque o governo transferiu todo o valor restante de PIS para uma nova conta do fundo de garantia.

Como acessar o abono salarial pela internet?

A consulta do abono salarial pelo celular pode ser feita de duas maneiras. A primeira é pelo navegador, acessando o extrato dos benefícios do governo; a segunda forma é pelo aplicativo Caixa Trabalhador.

> Clique aqui e veja o passo a passo completo das duas maneiras para você acessar o extrato do abono salarial pelo celular.

Não esqueça de compartilhar esse conteúdo e seguir as nossas redes sociais!

▶️ Acompanhe nossas redes sociais: Facebook | Instagram | TikTok

Artigos relacionados

WhatsApp chat