Artigos

Qual a diferença entre previdência social e previdência privada?

Qual a diferença entre previdência social e previdência privada?

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Afinal, é melhor ter a previdência social ou a previdência privada? Qual a diferença entre elas?

Essas previdências têm características diferentes, então, é importante analisar se é interessante ter as duas.

Vou te explicar agora os detalhes e a diferença entre a previdência social e a previdência privada.

Como funciona a Previdência Social?

O INSS, ou Instituto Nacional do Seguro Social, é um órgão do Governo Federal, que é responsável por receber as contribuições previdenciárias e fazer os pagamentos de benefícios para os segurados.

Ou seja, o INSS é responsável por pagar as aposentadorias e vários benefícios aos trabalhadores brasileiros que contribuem com a Previdência Social.

Portanto, se você é empregado com carteira assinada, a sua contribuição ao INSS é descontada diretamente no seu pagamento.

São essas contribuições mensais que vão garantir o seu direito aos benefícios como: aposentadoria, auxílio-doença, salário-maternidade e pensão por morte aos dependentes.

Dessa forma, o INSS serve para garantir uma renda mensal ao trabalhador que está incapacitado ou que encerra suas atividades profissionais.

Contudo, existem regras para ter direito de receber os benefícios, como o período de carência e o tempo de contribuição.

Vou te falar agora sobre algumas desvantagens do INSS.

Os benefícios do INSS só são liberados em situações muito específicas. Isso significa que não há liquidez, ou seja, não é fácil e rápido para você resgatar o valor que contribuiu. 

O INSS também exige um período de carência, portanto, precisa de um número mínimo de meses de pagamento ao INSS para você ter direito aos benefícios.

Como funciona a Previdência Privada?

A Previdência Privada é um investimento de longo prazo e é uma opção muito utilizada para o complemento de renda na aposentadoria.

Assim, você contribui por determinado período e acumula recursos financeiros para usar no futuro. 

Você pode escolher entre renda vitalícia, temporária ou outras modalidades, de acordo com o plano que você contratar.

Para contratar a Previdência Privada, você precisar escolher as seguintes modalidades:

  • aplicação todos os meses;
  • só uma aplicação de uma só vez; ou
  • nos momentos em que tiver dinheiro disponível.

Portanto, ela é mais flexível do que a aposentadoria através do INSS.

Atenção! A contratação de uma Previdência Privada não exclui a contribuição para o INSS.

Inclusive, é indicado que você continue contribuindo com o INSS para garantir direitos como auxílio-doença, auxílio-acidente, maternidade e outros.

Assim, em razão de a contribuição para a Previdência Social continuar sendo feita, ao se aposentar você receberá o benefício previdenciário mais os rendimentos da previdência privada.

Qual a melhor opção: Previdência Social ou Previdência Privada?

Então, agora você já sabe a diferença entre a previdência social e a previdência privada. Mas, qual das duas você deve escolher?

É recomendado que, se possível, você tenha as duas previdências, porque uma não exclui a outra.

A previdência privada é opção para você que quer complementar o benefício do INSS, que geralmente é menor que os últimos salários do trabalhador.

Portanto, se for possível, tenha as duas previdências para garantir uma aposentadoria mais confortável e segura.

Artigos relacionados

WhatsApp chat