Artigos

Principais motivos para o INSS negar os benefícios

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Em 2020, o número de benefícios negados pelo INSS foi maior que o de benefícios aprovados. Ou seja, a quantidade de pedidos indeferidos superaram os pedidos concedidos.

O jornal Agora São Paulo organizou as informações divulgadas nos Boletins Estatísticos da Previdência Social.

Vamos analisar esses dados e, depois, conhecer os principais motivos em que o seu benefício pode ser negado pelo INSS.

Quantos benefícios foram negados pelo INSS em 2020?

Ainda não chegamos ao fim do ano, mas o número de benefícios negados chegou a 1,2 milhões, ao mesmo tempo em que a quantidade de aprovações foi de 1,08 milhões.

O jornal Agora diz que no período analisado (de janeiro a março de 2011 a 2020), as reprovações só superaram 1 milhão e foram maiores que as concessões em 2016. Naquela época, os números chegaram a 1,01 milhão e 1,22 milhão, respectivamente.

Veja os dados históricos:

AnoNúmero total de análises(de janeiro a março de cada ano)Número de benefícios aprovadosNúmero de benefícios reprovados(incluindo a %)
20111.978.5991.158.117820.482 (41,47%)
20121.922.6701.160.634762.036 (39,63%)
20131.960.9891.188.238772.751 (39,41%)
20141.964.3811.226.431737.950 (37,57%)
20152.056.4531.245.589810.864 (39,43%)
20162.238.6051.225.6451.012.960 (45,25%)
20172.140.1101.205.632934.478 (43,66%)
20182.136.9511.221.022915.929 (42,86%)
20191.957.2681.109.451847.817 (43,32%)
20202.274.6731.077.4751.197.198 (52,63%)

No entanto, pela primeira vez, em 2020 o número de benefícios negados chegou a mais de 50%, durante todo o período apurado.

Quais os principais motivos em que o benefício é negado pelo INSS?

São várias situações que podem levar o INSS a negar os pedidos de benefícios da Previdência, incluindo questões internas do próprio INSS, além de erros que o trabalhador pode cometer.

É por isso que recomendamos ter atenção no momento de fazer o pedido, enviar todos os documentos e, se possível, ter a ajuda de um advogado de sua confiança.

Veja agora os principais motivos em que o benefício pode ser negado pelo INSS:

A análise tem sido mais rigorosa

O INSS tem incluído várias ferramentas tecnológicas para auxiliar na agilidade e na análise dos processos. Por isso, a verificação dos processos tem ficado cada vez mais rigorosa.

Além disso, o INSS tem criado equipes mais centralizadas, fazendo com que elas tenham mais especialização para analisar os pedidos de auxílios, pensões e aposentadorias.

Agora, quando é feito um pedido no INSS, tudo é enviado pelo sistema online e é realizada uma triagem inicial. Com isso, pode acontecer um pedido de cumprimento de exigência ou a negativa do pedido.

Inclusive, com o número de pedidos elevados, já é esperado que uma média de 30 a 40% sejam negados. O INSS diz que ao cumprir com o que está previsto nas leis também ajuda a reduzir as fraudes.

Ainda acontecem muitos erros nos pedidos

Com os novos sistemas, o INSS tem melhorado a análise e está tentando ser mais eficiente. Mesmo assim, ainda é possível que aconteçam erros nas análises pelos funcionários do próprio INSS.

Entendo que é revoltante ter de esperar ainda mais tempo por um direito que é seu. No entanto, apesar de seguir as leis e as regras internas, os seres humanos erram.

Se esse for o seu caso, é possível entrar com um recurso administrativo para outro funcionário analisar o seu pedido. Hoje, tem aumentado a quantidade de recursos que são aceitos e o benefício é liberado.

Nesse momento do recurso, recomendo que você já procure a ajuda de um advogado especialista em INSS, porque ele vai analisar o real motivo da negativa do INSS. Com isso, vai agir da forma correta para conseguir o seu direito.

Faltam informações para quem precisa do INSS

Hoje, está bem mais fácil para pedir benefícios como aposentadorias, pensões e auxílios. É possível pedir todos pela internet!

Porém, existem muitas dúvidas sobre regras e documentos, por exemplo, que o INSS não informa às pessoas. Com certeza, isso evitaria a maior parte dos problemas que existem em relação à Previdência Social.

Por isso, recomendo que pesquise bastante sobre o seu benefício antes de fazer o pedido no INSS, seja pela internet ou na agência.

Inclusive, você pode pesquisar conteúdos no blog, são mais de 250 artigos sobre os seus direitos no INSS e na Previdência Social – clique aqui para acessar.

Além disso, clicando aqui você pode falar com a nossa equipe! Mas você tem a liberdade de procurar outro advogado ou a defensoria pública da sua região.

Documentos incorretos ou informações incompletas

Infelizmente, é comum faltar documentos nos pedidos de benefícios. Seja por falta de informação, por ter esquecido ou não ter o documento.

A falta desses documentos ou com informações erradas, divergentes e rasuradas, pode dificultar a análise como o tempo de serviço e o valor dos salários. Em especial, se essas informações não constarem no Extrato Previdenciário (CNIS).

Um caso comum, também, são os pedidos de aposentadoria especial que exigem comprovações específicas. Na maioria das vezes, as empresas não informam de maneira correta as atividades insalubres e, quando o empregado solicita o benefício especial, acaba sendo negado.

Nesse caso, o INSS pode enviar uma notificação pedindo para enviar o documento que está faltando – chamado de cumprimento de exigência.

No entanto, em alguns casos, é possível que o INSS negue o pedido de benefício sem pedir os documentos adicionais, porque deveriam ser enviados no início do pedido.

Assim, é importante ficar atento ao pedido de benefício, pois, às vezes, será bem difícil reverter a situação. A Justiça, por exemplo, só pode analisar algo que foi apresentado lá no INSS.

O meu benefício foi negado pelo INSS. O que eu devo fazer?

A negativa de benefícios do INSS pode ser contestada e, em alguns casos, aprovada em nova análise do próprio INSS. Porém, isso depende de um recurso administrativo ou de um processo judicial.

Comentei agora sobre os motivos mais comuns em que o benefício pode ser negado pelo INSS. Mas pode acontecer por outras situações e regras.

Quando o seu pedido é negado, você pode contestar no INSS para ser reavaliado, mas não há um prazo para acontecer. Pode demorar desde 1 mês há mais de anos.

Nesse caso, quando você tem o benefício negado pelo INSS, é altamente recomendado procurar a ajuda de um advogado, porque ele vai fazer a melhor defesa para você.

Agora, se você já fez a contestação no INSS, mas está há vários meses aguardando uma decisão, também é possível verificar com o advogado se tem chance de entrar com processo na Justiça. 

▶️ Acompanhe nossas redes sociais: Facebook | Instagram | TikTok

Artigos relacionados

WhatsApp chat