Artigos

5 principais motivos em que o INSS podem negar os benefícios

5 principais motivos em que o INSS podem negar os benefícios

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Você fez um pedido de benefício ao INSS, mas acabou sendo negado? Por quais motivos o INSS pode negar o seu pedido de benefício?

Infelizmente, são vários motivos que podem levar o INSS a negar o pedido de benefício como auxílio, pensão e aposentadoria.

Aqui no nosso blog, já comentamos várias vezes sobre os requisitos e os documentos necessários para você pedir um benefício ao INSS.

Mesmo assim, não pense que está tudo perdido, em quase todos os casos, é possível pedir uma revisão desse resultado.

Portanto, vou te explicar os motivos em que o INSS pode negar o benefício e, no fim, o que você deve fazer após receber essa negativa.

Quais são os principais motivos que levam o INSS a negar um pedido de benefício como auxílio, pensão e aposentadoria?

Todos os benefícios têm regras e procedimentos específicos, por isso, precisa ser verificado com cuidado.

De preferência, essa análise dos requisitos deve ser avaliada antes de fazer o pedido ao INSS.

Contudo, sabemos que nem sempre é possível ter acesso às informações.

Então, os 5 principais motivos em que o INSS podem negar os benefícios, são:

1. Faltam documentos ou existem problemas e rasuras na documentação:

Os documentos são a parte mais importante do seu pedido de benefício.

É com eles que você prova seu histórico de trabalho, problemas médicos e outras informações.

Então, sem documentos ou se estiverem rasgados e rasurados, pode dificultar bastante e, ainda, ter o benefício negado.

Por isso, é importante levar todos os documentos que você tiver relacionado ao pedido que for fazer no INSS.

Nos casos de aposentadorias, pensões e auxílios, existem documentos específicos, e é importante ter atenção!

2. Dados incompletos no Extrato CNIS:

No Extrato Previdenciário, também chamado de CNIS, tem todas as informações sobre a sua vida de trabalhador.

No CNIS, tem as informações sobre as empresas, período de trabalho, valor dos salários, contribuições para a Previdência, etc.

Então, pode acontecer de o seu extrato estar desatualizado ou incompleto.

Por isso, é essencial que você tenha documentos para comprovar algum tempo ou vínculo de trabalho.

3. Reprovado pela perícia médica:

A perícia médica é um momento muito importante para quem solicita algum benefício por incapacidade.

Por exemplo: auxílio-doença, aposentadoria por invalidez ou Benefício de Prestação Continuada BPC/LOAS.

Nesses casos, você precisa ir à agência do INSS, levar toda a documentação e passar pela avaliação de um médico perito.

Então, esse médico pode concluir que não existe uma incapacidade para o trabalho.

Entretanto, isso pode ser um erro porque, às vezes, esse médico perito não é especialista e não conhece nada da sua doença ou incapacidade.

4. Não cumprir todos os requisitos do benefício:

Você já percebeu que existem muitas regras para que o INSS aprove o seu benefício.

Por exemplo: não basta que você tenha uma doença para ter direito ao auxílio-doença, é necessário que esse problema de saúde cause incapacidade para o trabalho.

Também, existem requisitos sobre o tempo mínimo de contribuições para a Previdência Social.

Em geral, você precisa pagar ao menos 12 meses de INSS para ter direito ao auxílio-doença ou a aposentadoria por invalidez.

5. Falta de qualidade de segurado e tempo de carência:

A Previdência Social é um seguro, por isso, para ter direito aos benefícios, você precisa ter contribuído, exceto no BPC/LOAS.

Assim, caso o INSS identifique que não foram preenchidos os requisitos de ‘qualidade do segurado’ e ‘tempo de carência’, pode negar o seu benefício.

Como verifico o motivo da negativa do INSS?

Esses motivos são identificados na carta que o INSS envia para você ou, ainda, pode ser acessada no Meu INSS.

Nos casos de aposentadoria ou pensão por morte, é interessante analisar todo o processo do INSS.

Assim, recomendo que você tenha auxílio de um advogado especialista em INSS.

O que fazer quando o INSS negar o benefício?

Realmente, entendo que é um momento frustrante para você.

Entretanto, não deixe de buscar pelos seus direitos!

Primeiro, você precisa analisar os motivos que levaram o INSS a negar o seu benefício.

Assim, você saberá o que precisa apresentar no seu recurso administrativo ao INSS, que você pode fazer na própria agência.

Contudo, se esse recurso administrativo também não der certo, a opção é entrar com ação na Justiça.

De verdade, tanto no recurso administrativo quanto no processo judicial, recomendo que você procure um advogado especialista.

Com isso, você terá mais chances de ter o seu benefício aprovado, porque fazemos uma análise aprofundada do seu caso e sabemos exatamente o que pode ser apresentado ao INSS.

>> Acompanhe nossa página no Facebook e no Instagram.

Artigos relacionados

WhatsApp chat