Artigos

Guia da Previdência Social

Como emitir Guia da Previdência Social pela internet?

Deixar o pagamento do INSS em dia é fundamental para quem não quer ter problemas na hora de dar entrada na aposentadoria ou em qualquer outro benefício.

Para isso, existe a Guia da Previdência Social (GPS), que pode tanto ser preenchida manualmente, como ser emitida pela internet, já pronta para realizar o pagamento.

Confira o passo a passo de como esse processo pode ser realizado pela internet.

Acompanhe!

Quem pode pagar o INSS através de guia da Previdência Social?

Diferentemente do empregado CLT, o contribuinte individual (autônomos, profissional liberal, líderes religiosos, entre outros) precisa pagar, por conta própria, o INSS, através de uma Guia da Previdência Social.

Outra categoria de contribuintes que podem pagar o INSS através de uma GPS é a dos segurados facultativos, como os estudantes, donas de casa e desempregados, por exemplo.

Valor das contribuições em 2022

Existem diferentes valores e formas de pagar o INSS, que variam conforme a categoria de segurado.

Se você ainda tem dúvidas se é um contribuinte individual ou, ainda, um segurado facultativo, vou deixar abaixo outros artigos para te auxiliar.

É fundamental que você contribua corretamente com à Previdência, pois, um segurado que pagou o INSS como um segurado facultativo baixa-renda, por exemplo, na hora de dar entrada em sua aposentadoria, será necessário comprovar que realmente fazia parte dessa categoria.

Então, para evitar problemas futuros, é muito importante que você tenha certeza do tipo de segurado em que se encaixa. Certo?

Por isso, clique para saber tudo sobre :

Agora que você já tem certeza de qual categoria de contribuintes faz parte, veja qual será o valor da sua contribuição:

SeguradoAlíquota (Porcentagem)Valor
Contribuinte Individual11% ou 20%11% do salário-mínimo= R$ 133,00
20% do valor entre o salário-mínimo (R$ 1.212,00 e o teto do INSS (R$ 7.087,11).
Segurado Facultativo20% ou 11% ou 5% (somente para contribuintes baixa-renda)20% do valor entre o salário-mínimo (R$ 1.212,00 reais) e o teto do INSS ( R$ 7.087,22);
11% do salário-mínimo= R$ 133,00;
5% do salário-mínimo= R$ 60,60.

O que é preciso para emitir uma GPS pela internet?

Após saber qual é a sua categoria de segurado e o valor da sua contribuição, você precisará de duas informações importantes para emitir a sua Guia da Previdência Social:

  • Número do NIT/PIS/PASEP: é composto por 11 dígitos e é encontrado na primeira página da sua Carteira de Trabalho;
  • Código de Receita de Contribuição Previdenciária: é um código de pagamento para identificar o valor e a forma da sua contribuição.

O código de pagamento você pode acessar clicando aqui.

A lista dos códigos que você deve inserir é enorme. Mas, como eu já comentei acima, o segredo é saber qual a sua categoria de segurado e forma do pagamento da guia da Previdência Social.

Se você for um autônomo, por exemplo, e quer contribuir mensalmente com 20% sobre o valor do salário-mínimo, o código de pagamento será 1007.

Vale dizer também que, em alguns casos, é possível pagar o INSS de forma trimestral.

Nesses casos, o pagamento deve ser agrupado por trimestre civil, sendo:

  • 1º trimestre: janeiro, fevereiro e março;
  • 2º trimestre: abril, maio e junho;
  • 3º trimestre: julho, agosto e setembro; e
  • 4º trimestre: outubro, novembro e dezembro.

Agora que você já tem todas as informações que precisa, confira como emitir a GPS pela internet!

Passo a Passo para emitir a GPS pela Internet

1º.Passo: A emissão da guia é feita pelo site da Receita federal (clique aqui para acessar).

A primeira etapa é selecionar um dos módulos disponíveis.

Funciona assim:

  • Se você possui contribuições antes de novembro de 1999, irá selecionar a opção “Contribuinte Filiados antes de 29/11/1999.
  • Caso não tenha feito nenhuma contribuição anterior a esse período, clique em “Contribuintes Filiados a partir de 29/11/1999”.

2º. Passo: Agora, você irá selecionar a sua categoria de segurado (aquela que expliquei acima) e inserir o seu número do NIT/PIS/PASEP.

Por fim, nessa mesma tela, será necessário a validação da Captcha. Para realizar, basta digitar o texto que aparece na imagem acima. Caso não esteja muito visível, ainda é possível trocar de imagem clicando nas setas azul e verde no lado direito. Feito isso, clique em “Confirmar”.

3º. Passo: Nessa etapa, aparecerá alguns de seus dados pessoais. Se estiver tudo correto, selecione “Confirmar” para prosseguir.

 4º. Passo: Após isso, você será direcionado para a seguinte tela:

A primeira coisa que você fará é informar a competência da sua guia de pagamento.

No exemplo acima, está a competência 07, sendo referente ao mês de julho de 2021.

Após isso, é necessário colocar o seu salário de contribuição. Ou seja, a sua renda total.

Em seguida, nos Dados de Pagamento, você deverá informar o código do seu pagamento, conforme te expliquei anteriormente.

Nesse exemplo, foi utilizado o código 1007, que corresponde ao contribuinte individual, que irá contribuir com 20% do seu salário.

Vale dizer que você pode informar mais de uma competência, ou seja, mais de um mês de contribuição.

Mas caso opte por pagar a guia de forma trimestral, para o terceiro trimestre do ano (incluindo os meses: julho, agosto e setembro), por exemplo, você deverá inserir na GPS o último mês de competência. Nesse caso, setembro.

5º. Passo: Depois disso, você irá selecionar a sua competência e clicar em “Gerar GPS”.

6º. Passo: Agora, você só irá salvar e imprimir a sua GPS. (Caso você não entenda muito como fazer isso, é importante que você chame uma pessoa para te ajudar).

Pronto! Basta imprimir a sua Guia da Previdência Social e realizar o pagamento.

É extremamente importante que você guarde todas as guias pagas juntamente com os comprovantes de pagamento, pois, isso poderá ser muito necessário futuramente, na hora de dar entrada na sua aposentadoria, por exemplo.

Posso pagar o INSS em atraso?

Em algumas situações, é possível que o contribuinte individual e o facultativo possam pagar o INSS em atraso. Veja:

  • Contribuintes individuais: podem pagar até 5 anos de contribuições atrasadas, desde que seja comprovada a atividade que exercia.
  • Segurados Facultativos: podem pagar até 6 meses de contribuições atrasadas.

A possibilidade de pagar o INSS em atraso dependerá muito do seu caso, por isso você deve ficar muito atento!

Pode ser que não seja possível o pagamento em atraso do INSS no seu caso, e, dessa forma, esses pagamentos serão em vão, não valendo para requerer aposentadoria ou demais benefícios.

Portanto, se ainda estiver em dúvida como emitir a sua Guia da Previdência Social, seja ela atrasada ou não, é importante que você ligue para a central 135 ou busque auxílio de um especialista.

▶️ Acompanhe nossas redes sociais: Facebook | Instagram | TikTok

Artigos relacionados